Workshop BCI (Brain Computer Interactions) for Neuromarketing

Educação pelos Pares

ISEC realiza mais uma atividade no âmbito do Projeto de Educação pelos Pares.

O conhecimento do funcionamento do cérebro humano tem suscitado um enorme interesse aos investigadores da Área do Marketing e da Publicidade no sentido de desenhar novos perfis de Consumidor que ajudem as marcas a perceber melhor os traços neuropsicofisiológicos do seu público-alvo e, com isso, adequar as Políticas de Marketing das Empresas.
Nesta sessão serão explicados com o detalhe possível os Fundamentos de Neurociência que estão na base do surgimento do Neuromarketing e a importância e os desafios
inerentes a esta nova prática do Mercado, tais como, o uso recente de BCI (Brain Computer Interfaces). Serão abordadas questões sensíveis como, por exemplo, Neuroética, Neuroeconomia e Neuroergonomia e serão discutidas as fronteiras atuais da privacidade e dos direitos dos consumidores. No âmbito da Educação, as técnicas usadas
para efeito de Neuromarketing, podem também contribuir para a determinação das zonas de maior foco de atividade e de interesse nos processos de intensificação da Atenção, da
Concentração, da Aprendizagem e da Criatividade.
No final da sessão, existirá um bónus na forma de sorteio para a escolha de um voluntário para a realização de uma pequena atividade de teste com uso de um BCI (Muse) no contexto do
Neuromarketing.

BCI (Brain Computer Interactions) for NeuroMarketing foi o tema abordado pelos alunos Carlos Dias e Luís Marques de Engenharia Informática para uma plateia com mais de 40 colegas. A sessão contou com o apoio gráfico do João Costa também aluno de Engenharia Informática.

A Coordenadora do Projeto de Educação pelos Pares no ISEC, Doutora Carla Fidalgo, mostra-se muito satisfeita com o bom acolhimento deste projeto no ISEC, que teve início neste ano letivo, contou com 5 sessões, e agradece a todos os alunos, dinamizadores e participantes, a dedicação e entusiasmo com que encararam estes desafios e manifesta o desejo de que no próximo ano letivo o projeto possa crescer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *